SSGamers - 10 Anos online por você.

Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Guerra do Vietnã

avatar
-
--> Hiper postador
--> Hiper postador


Mensagens : 2172
Moedas : 6513
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 71

Guerra do Vietnã Empty Guerra do Vietnã

Mensagem por - Seg 11 Abr 2016 - 12:14

[Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]


A Guerra do Vietnã (ou Vietname, ou ainda Vietnam) foi um conflito armado entre 1964 e 1975 no Vietnã do Sul e nas zonas fronteiriças do Camboja e do Laos, e bombardeios (Rolling Thunder) sobre o Vietnã do Norte. O envolvimento dos EUA no conflito teve como pretexto um ataque norte-vietnamita aos seus navios USS Maddox e USS C.Turney Joy enquanto patrulhavam o golfo de Tonquim, em Julho de 1964. Hoje em dia sabe-se que o ataque foi uma farsa do governo estado-unidense para ter um pretexto de intervir no Vietnã.


As hostilidades originaram-se com a intromissão dos EUA na política interna do Vietnã. Conforme definido pela Convenção de Genebra, os vietnamitas teriam direito a eleições livres para escolher seus governantes. Mas diplomatas estado-unidenses sabiam muito bem que, se fossem autorizados plebiscitos no país, os comunistas venceriam com mais de 90% dos votos, graças à enorme popularidade de seu líder, Ho Chi Minh, patriota e herói da resistência vietnamita contra as ocupações japonesa e francesa. O maior temor dos Estados Unidos não era apenas a possibilidade de o Vietnã cair nas mãos dos comunistas, e sim o chamado "efeito dominó", isto é, que outros países vizinhos tentassem seguir o exemplo da insubordinação vietnamita.


No início, os EUA apoiavam o regime ditatorial do Vietnã do Sul com dinheiro, armas, carros de combate, assessores militares e, a partir de 1962, tropas. Combatiam de um lado uma coalizão de forças incluindo os Estados Unidos da América, a República do Vietnã (Vietnã do Sul), a Austrália, a Nova Zelândia, as Filipinas e a Coréia do Sul, e do outro lado a República democrática do Vietnã, a Frente de liberação nacional (FLN, Vietcong, ex-Vietmin) e a guerrilha comunista sul-vietnamita. Cerca de 2 400 000 estado-unidenses foram enviados para o Vietnam entre 1965 e 1973 para ajudar a preservar a independência do Vietnam do Sul pró-capitalista em relação ao norte comunista. Os helicópteros indispensáveis à campanha dos aliados e a artilharia pouco ou nada podiam fazer, na maioria das vezes os soldados estado-unidenses ficavam vulneráveis neste território pouco conhecido, ao contrário dos Vietcongs que o conheciam como a palma da mão e possuíam uma grande rede de abrigos subterrâneos e túneis, realizando armadilhas e emboscadas. A URSS e a China forneceram ajuda material ao Vietnã do Norte e ao FLN, mas não tiveram participação militar ativa no conflito.


Essa guerra era uma parte do conflito regional envolvendo os países vizinhos do Cambodja e do Laos, conhecido como Segunda Guerra da Indochina.


No Vietnã, esta guerra é chamada de guerra da América (Vietnamita: Chiến Tranh Chống Mỹ Cứu Nước, literalmente guerra contra os Americanos e para salvar a nação). Para tal, os vietnamitas tiveram de suportar baixas e bombardeamentos terríveis. A mortandade de militares americanos – 57939 perderam suas vidas entre 1962 e a retirada aliada, em 1975 – tornou o conflito extremamente impopular. Muitos dos que passaram a protestar contra essa guerra eram pessoas que a apoiaram entusiasticamente no início.


Este conflito se inscreve no contexto da Guerra Fria, conflito entre as potências capitalistas e o bloco comunista.

    Data/hora atual: Qua 8 Dez 2021 - 1:01